Assine RSS

RSS Feed (xml)

11 de jan de 2010

Beba Coca-Cola. E dê um pouco para o celular

Agora que começou o novo ano e você dediciu que vai parar de tomar refrigerante, surge um celular regado a Coca-Cola. Radicada em Londres, a designer chinesa Baizi Zheng descobriu que é possível adaptar uma biobateria para funcionar alimentada pela bebida.

Baizi pensou em uma maneira de reduzir a utilização dos metais pesados encontrados nas baterias, já que quando descartados incorretamente, contaminam o solo. A substituição do lítio e do cádmio, por exemplo, pela Coca-Cola eliminariam o risco de prejuízo ao meio ambiente e ao ser humano.

Já é conhecida a tecnologia que faz com que baterias funcionem a partir da energia elétrica gerada pela quebra de moléculas de carboidratos, entre eles o açúcar. As enzinas atuam como catalisadoras, fazendo com que o resíduo seja apenas água e oxigênio. Para isso, basta um líquido açucarado. Então, nada melhor que uma boa Coca-Cola.

Além de serem biodegradáveis, as biobaterias apresentam como vantagem potencial de carga até quatro vezes maior. Baizi teve o apoio da Nokia para trabalhar no desenvolvimento das peças. A questão é que provavelmente a ideia não vingue comercialmente, já que despejar uma lata do refrigerante na bateria não significa necessariamente vantagem para o consumidor. Mas sinaliza um passo importante na elaboração de elementos não poluidores nas baterias de aparelhos utilizados em demasia no dia a dia.

Fonte:MSN Tecnologia

0 comentários: