Assine RSS

RSS Feed (xml)

2 de out de 2008

É a Bíblia, mas parece ficção científica

Não estou falando das cenas com efeitos especiais, Charlton Heston, etc, mas de aplicações de visualização de dados. No tempo dos disquetes era fácil abrir um XtreeGold e ver todo seu disco, mas hoje em dia já é inviável. Imagine então tentar conseguir uma visão global de uma massa de dados gigantesca, como por exemplo as interações entre todos os personagens bíblicos? (Eu sei, Guerra e Paz é maior mas tem menos personagens...)

Um sujeito chamado Chris Harrison resolveu experimentar técnicas de visualização e "data mining" em um banco de 63779 referências cruzadas existentes na Bíblia, e se saiu com gráficos muito bonitos.

Neste aqui temos todos os livros. A quantidade de capítulos é indicada pelo tamanho da barra. Cada linha é uma referência cruzada.



No gráfico abaixo Chris criou uma rede social (imagine o scrap do Judas) com os 2619 nomes distintos de lugares e pessoas e entidades citados na bíblia. Através de um algoritmo onde contava como uma ligação cada vez que dois nomes apareciam no mesmo verso, chegou a um gráfico surpreendente para muita gente:



Para a alegria dos parentes (por parte de mãe) do Brian, Davi é a figura mais citada na bíblia, junto de Manasséas, José ( do Egito) e um tal de Benjamin. Jesus fica lá para trás, com o mesmo grau de conexões de Jacó e Abraão.

Os gráficos em alta (ou muito alta, no caso do primeiro, 109MB e 12000x7200) podem ser encontrados no site do projeto(http://www.chrisharrison.net/projects/bibleviz/index.html). Independente do conteúdo é um lindo exemplo de visualização de grandes massas de dados, e pode render gráficos 3D bem interessantes. O autor inclusive disponibiliza, sob solicitação a base de dados que usou para gerar as imagens.

1 comentários:

goooooood girl disse...

Good good good......